Cândido Portinari - (1942) Chorinho

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Egberto Gismonti - (1970) Sonho 70


Esse é um disco que vale muito a pena conhecer, pois mostra Egberto no início de suas experimentações com orquestras. A música de abertura (Janela de Ouro) é um excelente exemplo das experimentações “gismontísticas”, com belíssimos arranjos e um bom gosto visceral.

Outro destaque é a elegância da sequência "Ciclone", "Indi" e “Sonho”, essa que posteriormente teve ótimas versões com letras (tanto em inglês quanto em português) de artistas como Elis Regina, Airto Moreira e Toots Thielmans. "Pêndulo" tem um arranjo bastante interessante, trabalhando com a idéia de dinâmica no som. Queria muito saber quem são os instrumentistas que tocam junto, especialmente o baixista (o cara merece aplausos).

É complicado escrever sobre essa obra sem se rasgar de elogios... Então pra evitar esse ato absolutamente desnecessário e redundante, prefiro que escutem e tirem suas próprias conclusões. por isso repito: Vale muito a pena conhecer esse disco!

Faixas:
1 - Janela de Ouro
2 - Parque Laje
3 - Ciclone
4 - Indi
5 - Sonho
6 - O Mercador de Serpentes
7 - Lendas
8 - Pêndulo
9 - Lírica nº 1 

Instrumentistas: Egberto Gismonti (Piano, Violões, Voz)
Dulce Nunes - (Voz)
(O restante não está disponível, infelizmente) 

DISCO ALTAMENTE RECOMENDADO!!!

Um comentário:

neovision disse...

esse álbum é mágico, místico e lindo!

solos emocionantes em janela de ouro, indi, e assim vai!